Das adúlteras


Soube ontem que, por esses dias, o texto mais lido em todo o site do Estadão era sobre o caso Sakineh (não sei qual reportagem em particular, daí finge que não deu para perceber que chamei para toda a cobertura). À frente, veja bem, do stage diving da Lady Gaga. Não é nada? Vá prestar atenção nos assuntos mais lidos de qualquer site noticioso do País. É de uma raridade ímpar um tema de fato sério liderar a lista.

Daí, ontem mesmo, por coincidência, o escritor Fabrício Corsaletti mandou um e-mail coletivo para amigos com este poema, para quem quisesse publicar no próprio blog. Certeza de que não fui a única, mas eu quis.
.

***

 

APEDREJEMOS AS ADÚLTERAS

vamos sequestrar as mulheres do Irã
enquanto seus maridos dormem bêbados
depois da última noitada
vamos nos casar com as mulheres do Irã
e criar seus filhos —
vamos deixar os homens do Irã sozinhos
batendo punhetas nervosas
ou fodendo uns aos outros —
vamos amar as mulheres do Irã
vamos ser traídos pelas mulheres do Irã
vamos perdoar as mulheres do Irã
e ser felizes com as mulheres do Irã

vamos sequestrar as mulheres do Brasil

Anúncios

3 Respostas

  1. tem mais ou menos daquela canção nesse poema “mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas”.
    apesar de ser também uma questão cultural, é algo muito triste de se saber existir.

    abraços.

  2. […] de seu livro "Resurrección", Visor, Madrid, 2005, que dialogam muito bem com este poema de Fabrício Corsaletti; tradução JRT […]

  3. Oi Raquel
    Belo poema do Fabricio Corsaletti, que não conhecia. Para ilustrar essa revolta que escapa da boca de um cardíaco ( obrigado Augusto dos Anjos),complemento com esses dois pequenos poemas:

    Vamos amar todas as mulheres do Irã
    à noite, a tarde ou de manhã
    de roupa ou sem sutiã.

    Pedra jogada
    tabua quebrada
    mandamento inverso
    mulher difamada
    não tenho ira
    tenho amor submerso
    Sakineh, guarde bem esse verso.

    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: