A coluna Babel de 18/6


[Publicada no Sabático]

BABEL

Raquel Cozer – raquel.cozer@grupoestado.com.br

IÍDICHE
Texto que inspirou Um Violinista no Telhado ganha tradução do original

Dois anos e meio atrás, o crítico de teatro e editor Jacó Guinsburg iniciou a tradução diretamente do iídiche de Tevye der Milkhiker, do ucraniano Sholem Aleichem (1859- 1916), sem saber que concluiria o trabalho em ótimo momento para a primeira publicação do texto original em livro no Brasil. Trata-se do texto-base do musical Um Violinista no Telhado, que estreou na Broadway em 1964 (foto) e no cinema em 1971, e cuja versão nacional, com José Mayer, entrou em cartaz mês passado no Rio – a mais cara produção comandada por Claudio Botelho e Charles Möeller. Com o título Tobias, o Leiteiro, sai no próximo semestre pela Perspectiva, editora de Guinsburg. Escrito antes da 1.ª Guerra, ao longo de mais de 20 anos, retrata a história de um homem que vive numa comunidade judaica na Ucrânia e tenta manter a tradição num ambiente de transformações – tudo relatado, diz Guinsburg, em tom tragicômico. Na versão, o tradutor buscou “trazer para o português a criança tal qual ela é”, ou seja, sem a “americanização” decorrente das leituras dramatúrgicas.

INTERNET-1
Amazon mais perto

O peruano Pedro Huerta, executivo da Amazon na América Latina, estará pela primeira vez no País na semana que vem. Participará de uma apresentação para editoras na sede da CBL, em São Paulo. O interesse principal da maior varejista eletrônica do mundo, no entanto, não é abrir uma loja brasileira, e sim conseguir conteúdo em português para a loja americana. No momento em que houver conteúdo o suficiente, a loja brasileira, ainda sem data definida, pode se tornar realidade.

INTERNET-2
Impressão sob demanda

Representantes da Bibliolabs, empresa de digitalização de livros que fechou parceria com a Singular no passado, também desembarcam aqui este mês. A meta é conversar com bibliotecas como a Nacional e a da USP para digitalização de títulos, para então vendê-los em impressão sob demanda, com parte do lucro indo para as instituições. Os criadores da Bibliolabs, que no passado venderam para a Amazon o atual serviço de impressão sob demanda da loja, voltaram ao noticiário há pouco com o aplicativo mais baixado para iPad na categoria livros, com o acervo da British Library.

POESIA
Dois momentos dos versos

Foram modestas as tiragens dos sete livros da Ciranda da Poesia, da Uerj, lançada em dezembro por Ítalo Moriconi para mapear a atual lírica brasileira. Com 300 cópias cada um, títulos como Antonio Cícero, em pequena antologia analisada por Alberto Pucheu, e Claudia Roquette-Pinto, por Paulo Henriques Britto, acabaram em dois meses. Novas tiragens de 300 cópias serão rodadas e, para a próxima leva, Moriconi pensa em números maiores: no fim do ano saem mais sete livros, incluindo Armando Freitas Filho, por Renan Nuernberger, e Ana Cristina César, por Marcos Siscar.

*

O editor e crítico literário também levará, pela primeira vez, os versos ao Café Literário da Bienal do Livro Rio. O Sarau de Poesias terá sessões nos fins de semana do evento. Moriconi tentou levar o recluso Manoel de Barros, de 95 anos, que declinou. Será, então, homenageado em leituras e debates.

MEMÓRIA
Um ano sem Saramago

Um infantil, um romance rejeitado pelo editor e outro inacabado completam, até o ano que vem, a série de livros de José Saramago pela Companhia das Letras. O Silêncio da Água, ilustrado por Manuel Estrada (imagens), sai este mês. Claraboia, o livro rejeitado nos anos 50, fica para novembro, e Alabardas, Alabardas! Espingardas, Espingardas!, chega em 2012. Hoje, completa-se um ano da morte do escritor, lembrada em estadao.com.br/e/s2a.

LEITURAS
Mudança de casa

Rodrigo Lacerda está de mudança da Alfaguara, por onde lançou o premiado Outra Vida, para a Companhia das Letras, levando dois romances e um livro de contos iniciados. O primeiro, previsto para o fim de 2012, será um “retrato literário” de seu avô, Carlos Lacerda (1914-1977), feito em primeira pessoa e com base em passagens pouco conhecidas da vida do jornalista e político

*

O livro de contos, “praticamente terminado”, sai depois. E o terceiro livro, romance que o carioca interrompeu quando resolveu se dedicar à história do avô, fecha o pacote. O autor é o convidado do Leituras Sabáticas de hoje, em estadao.com.br/e/s2b

Anúncios

2 Respostas

  1. […] de sair de reunião na sede da Câmara Brasileira do Livro, em São Paulo, conforme antecipei na coluna Babel. Tinha apurado que seria uma apresentação para editoras na CBL, mas hoje a reunião foi só com a […]

  2. […] tinha como não abordar a presença do executivo da Amazon no Brasil, história antecipada pela Babel da semana passada. Cheguei ao celular do homem, mas, como imaginado, ele pediu para procurar a assessoria de imprensa […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: